“Para o vegetal o mundo inteiro é vegetal,

sendo que, para nós, é humano.”  (Nietzsche)
“A natureza (…) nos concedeu um gênero curioso e consciente de sua destreza e formosura; nos engendrou para a contemplação desses grandes espetáculos (…).
A fim de que saibas que ela quis que tudo isso fosse contemplado e não só avistado, vê então o local onde ela nos situou, a saber, nos colocou em meio dela mesma e nos concedeu a perspectiva de todos os seres ao nosso derredor. Não só fez o homem erecto, mas também o fez hábil para a contemplação.
Para que desde o nascer até o acaso, pudesse seguir o curso dos astros e para que seu rosto girasse em volta, deu-lhe uma cabeça levantada, colocando-a sobre ombros flexíveis…”
(Sêneca – “A vida retirada”)
E mesmo honrar com o propósito humano do raciocínio e da reflexão não seria também correr atrás do vento?
***
Fotografia: Joseph Hart (Australia)
Anúncios

Todo homem é livre para dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s