Arte-Simulacro

Influenciada pela leitura do livro “Simulacro e simulação” de Jean Baudrillard, e a partir das reflexões do módulo “distorção”, na linha do que foi proposto a ser discutido no fórum, imprimo minha visão sobre os momentos de transformação da expressão humana através da arte. Numa linha de tempo, evoluindo junto com a realidade tecnológica – sócio-cultural, o artista está em diálogo constante com sua realidade que é por ele, transformada (distorcida) em arte.

Na minha visão e neste trabalho, discorro particulamente sobre a frase retirada do livro acima citado:

“O simulacro nunca oculta a verdade. É a verdade que oculta que não existe. O simulacro é verdadeiro.” (Eclesiastes)

Num mundo de simulacros, na era da imagem, a realidade que é fabricada pela tv, pelos comerciais, pelo consumo e pela vida virtual vai se tornando, pouco a pouco, mais viva que a crudeza das images que captamos da vida cootidiana e cansativa.

Em todas as transformações do mundo a arte é uma forma virtual de leitura. O homem a produz domado pelo impulso primitivo de transformar e marcar sua passagem. Usei no trabalho duas fotografias retiradas (via disparo programado) da minha própria imagem numa janela. A janela seria a representação de um ponto de vista. Distorci a forma tradicional de se prostrar numa janela ocupando posições desconfortáveis, tanto fisica quanto visualmente. Na primeira imagem simbolizo a introspecção – que  secretamente relaciono com impressionismo. Na segunda, faço a relação entre projeção e expressionismo. A analogia se estende a qualquer dualidade da alma humana. Dentro, fora. In e Out. Para baixo, para cima. Mal e bem.

O trabalho foi feito com as duas fotografias, sobrepostas no photoshop de onde foram tiradas imagens estáticas de momentos da mesclagem das duas, dispostas em camadas. Criei um vídeo com a transição gradual dos dois momentos fotografados. Usei a música “Dances I” de Philip Glass, compostor contemporâneo minimalista.

 O vídeo está disponível em: https://vimeo.com/47914450

Trabalho 5, bloco “distorção”.  Pós graduação em artes visuais: cultura e criação. Pelo SENAC/EAD

Anúncios

Todo homem é livre para dizer o que pensa

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s